Parto normal após cesárea. Sim, você pode…

Por Giovanna Balogh

Cada dia mais mulheres têm se informado e buscado um parto normal. Não apenas as mamães de primeira viagem, mas aquelas que já tiveram uma cesárea anterior. Sim, é possível ter um parto normal após uma cesárea. É o chamado VBAC, uma sigla em inglês que significa Vaginal Birth After Cesarean, ou parto vaginal após cesárea.

No domingo passado (8), a bordadeira Amanda Maria Gomes Lima, 31, surpreendeu médicos e até ativistas de partos humanizados ao ter seu quarto filho de parto natural, em casa, após ter tido três cesáreas. O parto de Thomas, de apenas quatro dias, foi tão rápido que não deu tempo nem da obstetriz chegar para auxiliar no nascimento, ocorrido em Sorocaba, no interior de São Paulo. O nascimento foi acompanhado por uma enfermeira obstétrica e por uma doula – mulher que dá suporte para a gestante antes, durante e após o parto.

“Sei que no nascimento dos meus outros filhos tive cesáreas desnecessárias pois foram dadas desculpas como sofrimento fetal e circular de cordão no pescoço. Hoje sei que não precisava passar por isso”, relata Amanda, que é mãe de Juan, 11, Miguel, 7 e Heitor, 3.

Amanda conta que decidiu se informar mais e buscar o parto que considerava ideal para o seu caçula. “Apesar de tantos médicos me alertarem dos riscos, sabia que conseguiria parir. Meu corpo estava pronto para isso”, relata Amanda. Ela conta que nunca esteve satisfeita com as outras cesáreas e que nota que a recuperação no pós-parto foi bem mais rápida e melhor desta vez.

Amanda Maria Gomes Lima, 31, e o marido durante o parto ocorrido em casa no último domingo
(Foto: Carla Raiter Fotografia)

 

Casos como esse têm sido cada vez mais comuns.Em seu consultório, a obstetra Andrea Campos tem notado que mais pacientes querem fugir das cesáreas agendadas. A maioria dos casos, conta ela, são de mães que tiveram até duas cesáreas e agora querem parir naturalmente.

Segundo a médica, dos oito VBA2C (o número siginifica quantas cesáreas que a mulher teve anteriormente) que ela atendeu nos últimos sete anos, quatro foram apenas neste ano. Dessas oito pacientes, sete tiveram parto natural.

A obtestra explica que o parto após cesárea é uma recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde). “Os benefícios do parto normal mesmo após uma cesárea são maiores que os riscos de uma outra cesariana”, explica a médica.

A obstetra diz que muitas mulheres desistem de um parto normal após a cesárea por conta do alarde que é feito sobre o risco de rotura uterina, mas ela explica que esse risco é de 0,5% a 1%. “Como esse risco é baixíssimo, não justifica fazer outra cesárea”, avalia. Ela conta que das 720 pacientes que já acompanhou, 91 já haviam tido uma ou duas cesáreas. E o melhor: a chance da mulher ter um parto normal tendo uma cesárea anterior é o mesmo de uma mulher que nunca pariu. Mulheres, acreditem! Sim, vocês podem parir…