Alívio ao bolso dos pais: postos de SP terão vacina contra varicela na 2ª quinzena

Por FABIANA FUTEMA

Os postos municipais de saúde de SP vão oferecer a vacina contra a varicela até o fim deste mês. Isso representará um alívio ao bolso dos pais, pois a vacina só podia ser encontrada nas clínicas particulares pelo valor médio de R$ 150.

“A catapora é uma doença benigna, mas que pode ter complicações. A imunização evita internações e as possíveis complicações da doença”, diz o pediatra Victor Nudelman, do Hospital Albert Einstein.

A chegada da vacina aos postos coincide com o início da primavera, período em que há um aumento dos casos de catapora. “Nessas viradas de estação há uma elevação dessas doenças contagiosas”, afirma Nudelman.

Além da vacina, o pediatra recomenda que as crianças infectadas evitem contato com outras.

Nos postos, a imunização contra a varicela estará dentro da vacina tetraviral (varicela, sarampo, caxumba e rubéola), aplicada em crianças com 15 meses.

Nas clínicas particulares é possível tomar isoladamente a vacina da varicela. Há pediatras que não recomendam a aplicação da tetraviral: preferem que o bebê toma a tríplice e a vacina contra varicela em injeções separadas para reduzir os efeitos colaterais. Outros dizem que isso não faz a menor diferença, pois as reações variam de criança para criança.

Quem der a injeção em doses separadas precisa tomar alguns cuidados. Ou dá as duas no mesmo dia ou espera 30 dias entre uma aplicação e outra.

Veja endereços da rede municipal de saúde de SP.

Criança é vacinada em posto deSP (Crédito: Eduardo Knapp – 22.mar.2010/Folhapress)
Criança é vacinada em posto deSP (Crédito: Eduardo Knapp – 22.mar.2010/Folhapress)