Não dá para deixar criança sozinha na água, diz jornalista; leia relato

Por FABIANA FUTEMA

A jornalista Ana Busch, mãe de Tomás, 9, e dos gêmeos Artur e Martin, 7, também contou para o Maternar o susto que passou com os filhos na piscina. Leia abaixo:

“No meu aniversário de 45, na casa da minha mãe, estávamos eu e minha irmã, que faria 41, com roupa de festa, maquiadas, cabelo arrumado, para apagar as velas sentadas nas cadeiras a poucos metros da piscina.

Tomás, 9, e Artur, 7, brincando na água. Os dois nadam bem, aprendendo desde bebês. A piscina dá pé para o Tomás. Artur se desesperou por algum motivo, agarrou no pescoço do Tomás, e começaram a se debater, gritar e afogar.

Demoramos alguns segundos para perceber. Parecia uma brincadeira. A Paulo e o João Pedro, meu sobrinho, pularam na água e tiraram os dois, assustados. Não engoliram muita água, não precisamos levar ao pronto-socorro, mas é um alerta. Não dá para deixar crianças na água sozinhas.”

Leia também:

Saiba como evitar afogamento infantil, a 2ª maior causa de morte infantil

Jornalista relata experiência com queda de filho em piscina

A ONG Criança Segura fez um joguinho interativo para mostrar como evitar acidentes com crianças na água. Clique e veja se você sabe onde mora o perigo (http://criancasegura.fbiz.com.br/ning-content/swf/cenarios_som.swf).

ONC Criança Segura ensina a prevenir acidentes na água