Aproveite as férias das crianças para trocar brinquedos

Por Giovanna Balogh
Feira de troca permite ter brinquedo 'novo' sem gastar nada (Foto: Divulgação)
Feira de troca permite ter brinquedo ‘novo’ sem gastar nada (Foto: Divulgação)

Com a garotada em férias, os pais ficam constantemente em busca de atividades de lazer, principalmente, opções baratas ou gratuitas, como ir ao parque, brincar no parquinho do prédio ou ir à casa de um amiguinho. São 30 dias com a garotada em casa, então, haja criatividade.  Uma dica para todos os sábados do mês de julho é participar da Feira de Troca de Brinquedos, promovida pelo instituto Alana (organização que luta pelos direitos das crianças) e o MAM (Museu de Arte Moderna).

As feiras de troca permitem ao seu filho interagir com outras crianças e desapegar daqueles brinquedos que estão no fundo do armário e que ele já perdeu o interesse. O evento acontece nos dias 5, 12, 19 e 26 de julho, das 10h às 12h, em frente ao painel de “Os Gêmeos”, no MAM, localizado no portão 3 do parque Ibirapuera.

A ideia dessas feiras é permitir que a criança tenha um brinquedo novo sem precisar comprar um. Fora que é criado um verdadeiro exercício de desapego e de valores para a criança de que não precisa mais desse ou daquele brinquedo.

O mais legal é que a atividade não se resume ao dia da feira, afinal, os pais na véspera vão junto com a criança escolher o que será levado, ou seja, uma oportunidade de fazer aquela ‘limpa’ em brinquedos encostados.

Antes de ir para a feira, no entanto, os pais devem  conversar com a criança e explicar que a ideia é que aquele carrinho ou boneca não volte mais para casa. Nada impede, no entanto, que a criança não se interesse por nada e na hora desista de trocar. Se os pais quiserem, também podem deixar lá na feira o brinquedo, que é encaminhado para doação.

Ao chegar na feira, os organizadores oferecem etiquetas para os pais colocarem o nome da criança nos brinquedos que ficam espalhados, por exemplo, em cangas colocadas no chão. As crianças escolhem qual brinquedo desejam e ‘negociam’ com o dono. É diversão garantida para toda a família.

Vale ressaltar que os brinquedos devem estar em bom estado de conservação e que os livros também podem ser trocados.