Fraldas sobem mais que inflação oficial; saiba aproveitar promoções

Por FABIANA FUTEMA

O preço das fraldas descartáveis acumula uma alta de 7,49% de janeiro a junho deste ano. Neste mesmo período, o IPCA, o índice oficial de inflação, subiu 3,75%. Ou seja, as fraldas subiram mais que a inflação oficial.

Em junho, enquanto a alta do IPCA foi de 0,40%, as fraldas tiveram um acréscimo de 1,05%. (Leia também: Fizemos o teste da fralda-roupinha; veja o que achamos)

Esse movimento já havia sido medido em 2013, quando a alta das fraldas foi de 8,56%, contra 5,91% do IPCA, medido pelo IBGE.

Fralda é um produto que os pais precisarão comprar até o filho completar quase 3 anos. Algumas crianças desfraldam antes, mas nem todas.

Então como fazer para se proteger da alta de preços? Minha primeira dica vai para as grávidas: organize um bom chá de fraldas. Já vi muitas amigas ganharem fraldas para todo o primeiro ano de vida do filho.

Outra dica é saber aproveitar as promoções. Aqui em São Paulo, os grandes hipermercados costumam fazer promoções aos sábados. Então gaste parte do seu fim de semana para comprar fraldas mais baratas.

Mas leve a calculadora (a do celular, pelo menos). A melhor forma de verificar se a promoção é vantajosa é pelo preço individual. Divida a quantidade de unidades da caixa ou pacote pelo preço. Às vezes, o preço do pacote é menor que o da caixa, e vice-versa.

Por último, sugiro pesquisar preços em lojas atacadistas de fraldas. A dica de ouro é pesquisar preços sempre. Às vezes, a distância do atacadista não compensa a economia. Ou o preço nem é menor que o do supermercado. Tem que pesquisar!