Mãe de trigêmeos consegue ampliar licença-maternidade para 180 dias

Por FABIANA FUTEMA

A contadora Lilian Zanete, moradora de Jataí (GO), conseguiu uma liminar na Justiça estendendo o período de licença-maternidade de 120 dias para 180 dias.

Após inseminação artificial, Lilian teve trigêmeos, que nasceram prematuros em abril. Na época, a mãe estava no sétimo mês de gestação.

No pedido à Justiça, a advogada Sirlene Moreira, requereu que fosse dado a Lilian o mesmo período de licença-maternidade concedido a servidoras públicas ou a funcionárias de empresas optantes do programa Empresa Cidadã _que concede benefícios fiscais a companhias que ampliam a licença das colaboradoras.

A advogada alegou ainda que as crianças necessitavam de acompanhamento da mãe já que nasceram prematuras e que a ampliação da licença atendia ao interesse dos bebês.

Em entrevista à TV Anhanguera, afiliada da TV Globo, a contadora disse que o novo prazo reconstituiu a licença original. “Ceno e vinte dias é muito pouco. Se fosse fazer como os médicos consideram, a idade corrigida, eles teriam dois meses quando acabou a licença”, disse.