Mães recorrem ao peitolé para refrescar bebês e aliviar incômodo da dentição

Por FABIANA FUTEMA
X

A última moda neste verão entre mães que amamentam é o peitolé _picolé de leite materno. Além de refrescar, o tetolé, como também é chamado, teria a propriedade de aliviar as dores da primeira dentição.

Vanessa Rodrigues ofereceu o peitolé para a filha, Beatriz, de seis meses e meio, pela primeira vez na semana passada. “Li sobre ele em grupos de amamentação e como os dentinhos dela já estão rasgando, resolvi oferecer”, afirma.

Moradora de Araraquara, no interior de SP, Vanessa diz que perguntou antes para a pediatra se podia oferecer o picolé de leite materno para a filha. “Ela liberou.”

E como foi a experiência da Beatriz com o peitolé? “De início ela achou estranho, pois nunca havia experimentado um alimento gelado, mas percebi que ela reconhecia o sabor e persistia em pegar o picolé e levar a boca. Logo foi se acostumando e vagarosamente degustando!”

O assunto é tema de posts em grupos sobre amamentação nas redes sociais. Mas ele já é antigo. Já havia grupos de mães que debatiam o tema no Orkut.

A física nuclear Maíra Nunes, 34, por exemplo, faz sorvete de massa com leite materno para o filho Francisco, com 22 meses.

Segundo ela, a receita de sorvete de massa de leite materno é praticamente a mesma do convencional. “Só diminui as quantidades de uma receita de sorvete de creme, eliminando o açúcar e trocando o leite de vaca pelo meu leite ordenhado. Uso a máquina de sorvete para fazer. A receita original é do livro de receitas da própria máquina. Meu marido teve a ideia de fazer o sorvete de massa quando o Cisco não aceitou bem o “leitolé.”

Simone Moraes, 34, mãe da Catarina, de 5 meses, também deu ‘peitolé’ para a filha pela primeira vez na semana passada.

Segundo ela, a bebê aparentemente não gostou muito. A primeira reação dela foi pegar e abrir a boca. Dai sentiu o gosto e ficou ok. Mas encostou de novo e ficou reclamando. Não fiz pelo dente, fiz pelo calor insuportável.”

Apesar  das caretas da filha, Simone disse que fará mais uma tentativa. “Não vou desistir.”

A médica Djinane Spinosa Zerlotto Rotta, 38, também mistura frutas no picolé para a filha Alice de 2 anos, que tem alergia à proteína do leite de vaca. “Ela adora picolé, o de leite materno geralmente bato com banana, morango ou manga. Aqui sempre tem picolé caseiro e sem açúcar, só de fruta no freezer.”

A receita é fácil, segundo ela. eu ordenho o leite, cerca de uma xícara de chá, bato banana com frutas secas( tâmara ou blueberry) no mixer, misturo ao LM, coloco em forminhas q adquiri em supermercado, e pronto!”

RECOMENDAÇÃO MÉDICA

E o que dizem os médicos? A coordenadora-técnica do Hospital e Maternidade Santa Joana, Helenilce de Paula Fiodi Costa, diz que é preciso tomar cuidado com o risco de contaminação na elaboração do picolé de leite materno.

Além da questão da higiene e armazenamento, Helenilce recomenda que o sorvete de leite materno seja oferecido apenas para bebês com idade acima de seis meses.

“Se, hipoteticamente, for feito em condições adequadas pode ser uma opção para crianças maiores de seis meses. “Nas menores poderá haver lesão das mucosas e língua pelo frio.”

A médica dá uma sugestão de troca para as mães. “Uma opção seria o congelamento de sucos de frutas com o cuidado de evitar o contato contínuo da superfície gelada com a língua e mucosas para evitar a lesão pelo frio.”

CUIDADOS COM A COLETA E ARMAZENAMENTO NO VERÃO

Helenilce diz que os cuidados são os mesmos que as mães devem ter em qualquer época do ano.

-Banho diário;

-Ambiente climatizado ou bem ventilado;

-Antes da ordenha: lavar bem as mãos com água e sabão e separar pelo menos 2 frascos de vidro com tampa esterilizados;

-Passar uma gaze ou algodão embebido em água fervida morna ou fria nas aréolas;

-Ao iniciar a ordenha desprezar os primeiros jatos de leite;

-Esgotar uma mama e colocar o conteúdo no 1º frasco e levar imediatamente ao refrigerador domestico (0 a 4ºc) colocar no fundo da geladeira e não colocar na porta. esgotar a 2ª mama e colocar o conteúdo no 2º frasco e levar ao refrigerador;

-No refrigerador o leite deve ser utilizado em até 48h. no freezer domestico deve ser utilizado em até 15 dias (após retirar do freezer o leite deve descongelar naturalmente em ar ambiente, e desprezar as sobras);

-As bombas manuais para extração de leite devem ser lavadas com água e detergente e ser esterilizadas.