Fotógrafa mostra beleza real da mulher depois da maternidade

Por FABIANA FUTEMA
X

A maternidade transforma as mulheres por dentro e por fora. As mudanças no corpo são visíveis e, por vezes, viram motivo para preocupação e vergonha.

Peito caído, peito murcho. Barriga flácida, barriga avantajada, simplesmente barriga. Estria aqui, estria acolá. Mudanças banais e comuns a tantas mulheres acabam sendo escondidas das capas glamourosas de revistas.

Para celebrar a beleza real da mulher após a maternidade, a fotógrafa Renata Penna realizou o ensaio “Bonita é a mãe”, que mostra mães ao lado de seus filhos.

No ensaio, sem retoques nem Photoshop, as mulheres mostram seus corpos com marcas que surgiram após a maternidade.

Segundo ela, a ideia do projeto surgiu da sua própria experiência de aceitação do novo corpo após a maternidade. “Foi uma junção da minha experiência pessoal com a constatação do quanto essa jornada é delicada para tantas mães e do quanto muito desta dificuldade vem do fato de que o corpo real não é exposto, é escondido.”

Na opinião da fotógrafa, fotos que exibem mães saradas logo após o parto contribuem para a criação dessa imagem do corpo irreal. “O corpo que a gente tem exposto é aquele corpo irreal da capa de revista, da barriga chapada, da imagem tratada no Photoshop, o corpo irreal que vende uma perfeição que não existe.”

Em seu Tumblr, Renata dá mais motivos para rejeitar o corpo irreal. “Porque da exposição desse corpo falso, desse corpo que esconde o que lhe marca e lhe diferencia, nasce o constrangimento. Constrangimento porque se tem um corpo de verdade, um corpo que vive a vida de todos os dias. Um corpo que engorda, emagrece, um corpo que enruga, que estica, um corpo que sobra, que falta.”

E dá as razões para festejar a beleza do corpo real.  “Eu quero ver exposto esse corpo real, bonito, vivido, feito de sentimento. […] Esse corpo onde se rabisca uma história, esse corpo que é único e não se compara a nenhum outro. A beleza dele é essa, e é a maior do mundo. A mais significativa também.”

Leia a íntegra no tumblr ‘Bonita é a Mãe’ ou na página pessoal de Renata.

PROJETO

Em seu ensaio, Renata procurou fotografar mães com crianças um pouco mais crescidas. “A jornada do corpo é constante, ele se transforma conforme nos transformamos. E é bacana mostrar que o corpo mostra quem nós somos, conta a nossa história. nossos filhos são parte da história que escrevemos no mundo. nosso corpo também.”