Enfermeiras obstetrizes dão dicas sobre banho de balde para bebês; veja vídeo

Por FABIANA FUTEMA

Todo mundo sabe que banho é relaxante. Agora imagina um recém-nascido mergulhado num balde cheio d’água. Em algumas situações, ele fica tão à vontade que chega a dormir no banho.

Famoso por supostos efeitos relaxantes e auxiliares na prevenção da cólica do bebê, o banho de foi criado por obstetras e parteiras de maternidades da Holanda em 1997. Reza a lenda que o nenê fica tão calminho que dorme melhor também.

Para saber mais sobre esse tipo de banho, o Maternar pediu a ajuda das enfermeiras obstetrizes da Equipe Puro Amor, que atua em Goiânia.

Veja abaixo o que a Equipe Puro Amor diz sobre o banho de balde:

O banho de balde pode ser dado a partir de que momento?

Pode ser realizado desde o primeiro dia de vida do bebê, de preferência após seis horas do parto, para que se respeite o vínculo entre mãe e filho nas primeiras horas de vida.

Quais os benefícios do banho de balde?

O banho de balde/ofurô tem mostrado bons resultados em recém-nascidos por ser menos estressante quando comparado a outros tipos de banho. Isso ocorre devido o balde se assemelhar ao útero materno, proporcionar relaxamento, melhorar a insônia ou agitação e aliviar cólicas.

Quais os cuidados com esse tipo de banho? Parece que o pescoço vai quebrar… E como não afogar o bebê na água?  

A temperatura ideal da água é de no máximo 38ºC (em média de 37ºC). Coloque o balde em uma superfície firme para não haver o risco de queda. Recomenda-se colocar a água até os ombrinhos e nunca deixá-lo sozinho no banho. Pode-se apoiar a cabecinha do bebê nas laterais para evitar o afogamento, sendo que este apoio deve ser delicado e se o bebê tiver com maior parte do corpo submerso na água (dos ombros para baixo).

Precisa tirar a roupa do bebê para esse tipo de banho?

O banho pode ser dado com o bebê envolvido em uma fina manta/fralda, principalmente nos primeiros dias de vida, quando é usado mais para relaxamento, para que ele fique firme e se sinta seguro. Em bebês maiores, orienta-se colocá-los com as pernas fletidas (posição fetal) e segurá-los durante todo o banho.  Após o banho, evite deixar o bebê exposto: seque-o e aqueça-o rapidamente para evitar perda de calor. Se for realizar a higienização da cabecinha, faça-a primeiro com o bebê enrolado em uma manta de forma segura, lave apenas a cabeça e seque em seguida com a toalha. Só depois inicie a imersão do bebê no balde.

Como evitar que uma mãe insegura deixe o bebê afundar na água?

Nos primeiros dias de vida, orienta-se que o banho seja realizado por dois adultos –enquanto um segura o bebê pelas axilas, o outro realiza a higiene com suavidade. Para evitar acidentes, o adulto não deve deixar o bebê sozinho em momento algum do banho, mesmo quando ficam maiores e ficam sentados no balde. A água deve estar em um nível que não atinja a boca ou nariz do bebê.

Qualquer pai pode dar banho de balde ou precisa de aula?  

Qualquer pessoa adulta pode realizar o banho de balde no bebê desde que tenha segurança e seja devidamente orientada para tal.

Até que idade uma criança cabe no balde?  

Existem disponíveis no mercado baldes apropriados para recém-nascidos e alguns maiores, para crianças de 12 a 48 meses.

Qual o balde adequado para realizar o banho?  

Existem baldes próprios para esse fim, que diferentemente de um balde comum, possui bordas alargadas, base antiderrapante e formato arredondado (simula formato do útero materno), é produzido com material atóxico e adequado para suportar o peso do bebê.