Anvisa proíbe fórmula infantil após reação em crianças com alergia ao leite de vaca

Por FABIANA FUTEMA
Anvisa proibiu distribuição e venda da fórmula Amix; empresa diz que vai recorrer (Reprodução)
Anvisa proibiu distribuição e venda da fórmula Amix; empresa diz que vai recorrer (Reprodução)

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) publicou nesta segunda-feira resolução proibindo a fabricação, distribuição e venda da fórmula infantil Amix, destinada a crianças com alergia à proteína do leite de vaca.

A proibição ocorre após a Vigilância Sanitária do Distrito Federal receber reclamações de reações à fórmula infantil.

No Distrito Federal, várias mães relataram casos de reação alérgica após o governo trocar a marca do leite hidrolisado distribuído às crianças com alergia à proteína do leite de vaca.

A Invita Nutrição Especializada informou as denúncias “não são acompanhadas de nenhuma comprovação que possa certificar a ausência da qualidade e segurança do Amix”. “Todos os lotes sempre foram analisados em laboratórios externos, habilitados pela Anvisa, possuindo comprovação científica da adequação nutricional e ausência de proteínas.”

“Para nós restringir a comercialização de nosso produto, sem comprovação devida, traz consequências negativas não só à empresa, mas acima de tudo deixará a milhares de  famílias sem opções disponíveis ao tratamento da Alergia à Proteína do Leite de Vaca”, diz comunicado da empresa.

Em nota, a Invita informa que vai contestar judicialmente a decisão da Anvisa. “E espera uma decisão justa que não prejudique a imagem de nosso produto e tão pouco à saúde pública nacional”.