Mulheres amamentam menos tempo do que gostariam, indica pesquisa global

Por FABIANA FUTEMA
Mãe amamenta gêmeos (Foto: Melissa Jean Photography)
Mãe amamenta gêmeos (Foto: Melissa Jean Photography)

Praticamente todas as mulheres concordam que o leite materno é a melhor forma de alimentar seu bebê. Pesquisa realizada com mães de dez países mostrou que 75% acreditam que o ideal é amamentar por mais de seis meses. No entanto, só 62% delas conseguem alcançar essa meta.

As mães americanas foram as que mostraram a maior diferença entre meta e êxito: 74% consideravam que o ideal era amamentar por mais de 6 meses, mas só 49% chegaram lá.

No Brasil, a distância foi bem menor: 70% disseram que esse era o período ideal era superior a 6 meses e 65%  conseguiram amamentar por esse período.

A OMS (Organização Mundial de Saúde) recomenda que os bebês recebam exclusivamente leite materno durante os primeiros seis meses de idade.

Depois dos seis meses, a criança deve começar a receber alimentos juntamente com a amamentação, até os dois anos de idade – ou mais.

Entre os problemas apontados pelas mães ouvidas pelos pesquisadores que dificultaram a amamentação estão a dor e dificuldade para acordar no meio da noite. Algumas também disseram que tiveram dificuldade para aprender a amamentar.

A pesquisa foi realizada pela Lansinoh Laboratórios, líder mundial em produtos para amamentação, com mães de do Brasil, Alemanha, Canadá, China, Colômbia, Estados Unidos, França, México, Reino Unido e Turquia.

Foram entrevistadas mulheres de 18 a 45 anos que estavam grávidas ou tinham pelo menos um filho de até 2 anos de idade.

*

IMAGEM

A foto desse post é da fotógrafa Melissa Jean, que chegou a ser banida do Instagram depois de uma de suas imagens ser considerada imprópria. Confira o trabalho dela em sua conta reativada no Instagram.