Um pouco mais sobre parto no mar e golfinhos parteiros

Por FABIANA FUTEMA
O russo Vladimir Bagrianski reuniu as fotos dos nascimentos dos 4 filhos no mar em um projeto fotográfico (Vladimir Bagrianski/Facebook)
O russo Vladimir Bagrianski reuniu as fotos dos nascimentos dos 4 filhos no mar em um projeto fotográfico (Vladimir Bagrianski/Facebook)

A notícia de que um casal de havaianos pretende parir no mar com a ajuda de golfinhos surpreendeu muita gente. Só que essa técnica não é novidade.

O fisioterapeuta e psicoterapeuta russo Igor Tcharkowsky foi precursor do parto na água na década de 60. Ele foi também um dos primeiros a fazer experimentos gestacionais em alto mar.

Ele liderou um projeto de partos no mar Negro. Segundo relatos, golfinhos se aproximavam naturalmente das mulheres em trabalho de parto, dando a impressão de ajudá-las. Daí o apelido que receberam: golfinhos parteiros.

Entre os seguidores de Igor há a crença de que os golfinhos poderiam se comunicar com os bebês.

A cartilha de Igor parece ter sido seguida pelo fotógrafo russo Vladimir Bagrianski, que registrou o nascimento de seus quatro filhos no mar entre os anos de 1986 e 1992 em diversas partes do mundo.

X

Ao fazer uma busca na internet sobre o tema, me deparei com o vídeo de um parto na água com a presença de golfinhos. É possível perceber que esse parto acontece em uma piscina, um ambiente controlado. E os golfinhos parecem domesticados.