Unimed Paulistana orienta grávida em Mogi a agendar parto em hospital de SP

Por FABIANA FUTEMA
Unimed Paulistana orienta grávidas a agendarem partos no Santa Helena (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
Unimed Paulistana orienta grávidas a agendarem partos no Santa Helena (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

A crise financeira da Unimed Paulistana está causando insegurança em suas clientes grávidas. Aquelas que queriam ter o parto em hospitais considerados de primeira linha, como Pro Matre, Santa Joana e São Luiz terão de mudar seus planos.

É que esses hospitais suspenderam o atendimento às clientes da Unimed Paulistana, que terá de repassar sua carteira de 744 mil clientes para outra operadora de saúde.

A orientação da Unimed Paulistana para todas as clientes grávidas é praticamente a mesma: procurar o hospital Santa Helena, que pertence à rede própria do plano de saúde.

Uma leitora do Maternar diz que mora em Mogi das Cruzes e que nenhum hospital da cidade atende mais clientes da  Unimed. Seu planejamento inicial era ter o bebê no hospital Ipiranga ou no Mogi Matter.

Procurada, a Unimed Paulistana informou que a Moggi Matter continua atendendo as clientes da operadora para casos de parto de urgência ou emergência. Mas para partos agendados, caso das cesáreas eletivas, a orientação é procurar o hospital Santa Helena.

Só que o Santa Helena fica na Liberdade, na região central de São Paulo. Segundo sites de localização, a distância entre Mogi e o hospital supera 61 km.

PADRÃO DIFERENTE

A publicitária Andrezza Barletta, 35, planejava ter seu bebê no hospital Santa Joana, localizado no Paraíso, região central de SP.

“Paguei para ter o bebê na Pro Matre ou no Santa Joana e agora apenas o Santa Helena está disponível. Se o atendimento estivesse normalizado já não seria justo, pois é um hospital bem mais simples, quarto compartilhado. Mas como a Unimed está encaminhando todo mundo para lá, o atendimento ficou caótico, similar ao SUS”, afirma Andrezza.

Além de ficar sem a maternidade desejada, Andrezza teve seus exames desmarcados por um laboratório. “O laboratório não só me ligou cancelando meu ultrassom como também me enviou os “preços especiais” que estão praticando com os clientes da Unimed.”

Em nota, a Unimed Paulistana informa que “os clientes que tiverem consultas, exames, procedimentos e atendimento negados pela rede de credenciados (hospitais, clínicas e laboratórios) devem entrar em contato com a Central de Atendimento pelos números: (11) 3113-0800 ou 0800 9402345 para que sejam encaminhados para outro local de atendimento”.

“A Unimed Paulistana esclarece que, em virtude dos últimos acontecimentos, está reunindo todos os esforços para garantir o atendimento a seus beneficiários durante o período de transição, até que seja definido para qual operadora repassará a sua carteira de clientes”, diz a empresa.

Na nota, a empresa diz ainda que os clientes precisam manter o pagamento do plano de saúde em dia “como forma de preservar os direitos que lhe são assistidos por lei”.

Publicitária pagou para ter bebê no santa Joana, mas Unimed agora oferece o Santa Helena (Foto: Arquivo Pessoal)
Publicitária pagou para ter bebê no santa Joana, mas Unimed agora oferece o Santa Helena (Foto: Arquivo Pessoal)