Atraso menstrual nem sempre significa gravidez

Por FABIANA FUTEMA
Teste de gravidez de farmácia (Arquivo Pessoal)
Teste de gravidez de farmácia (Arquivo Pessoal)

Nem todo atraso de menstruação significa uma gravidez. Esse é, entretanto, o primeiro motivo para a mulher suspeitar que está grávida.

O ginecologista do Hospital Vila Nova Cachoeirinha, Maurício Sobral, diz que esse atraso pode significar outras causas. Veja abaixo outros motivos para o atraso da menstruação:

Estresse e ansiedade – Distúrbios emocionais podem facilmente interferir no ciclo menstrual por alguns dias e até meses. Isso costuma acontecer porque quando em excesso o estresse e a ansiedade afetam a produção hormonal que é regulada pelo hipotálamo, uma parte do cérebro.

Obesidade – O aumento da quantidade de gordura corporal afeta de maneira negativa na metabolização e o armazenamento dos hormônios que podem interferir no funcionamento da hipófise, que regula a ovulação, causando assim as alterações no ciclo menstrual.

Atraso na adolescência – Esse é um caso bastante comum nos primeiros cinco anos após a menarca (primeira menstruação), e ocorre porque o sistema reprodutor ainda se encontra em fase de amadurecimento.

Ovários policísticos – Por causa da produção de hormônios masculinos em excesso, mulheres que sofrem com a síndrome dos ovários policísticos apresentam menstruação desregulada com atrasos e até ausência completa. Em casos mais graves e quando não tratado, o problema pode causar o desenvolvimento de diabetes, doenças cardiovasculares, infertilidade e câncer do endométrio.

Amamentação – Durante esta fase é comum permanecer por até um ano sem a presença da menstruação, o tempo de duração ocorrerá de acordo com o processo de desmame. E isso acontece porque os hormônios estão em fase de modificação, sofrendo alterações que influenciam no ciclo.

Uso prolongado de pílula anticoncepcional – Quando se resolve suspender o anticoncepcional após longos anos de uso é possível que ocorra uma confusão na menstruação. Mas para ela voltar ao normal basta aguardar, pois na maioria dos casos o ciclo ovulatório costuma se regularizar naturalmente dentro de três a seis meses.

Maurício Sobral aconselha mulheres com casos frequentes de atraso na menstruação a procurar um médico para verificar se está tudo bem com sua saúde.