Grávida sarada dá à luz e diz por que fez cesárea

Por FABIANA FUTEMA
Gabriela publicou foto após o parto de Betina (Reprodução;Instagram/Gabriela Zugliani)
Gabriela publicou foto após o parto de Betina (Reprodução;Instagram/Gabriela Zugliani)

A nutricionista esportiva Gabriela Zugliani, 31, deu à luz uma menina na noite desta quinta-feira. Betina nasceu por meio de cesariana.

Famosa nas redes sociais pelo corpo musculoso e por publicar fotos de seus exercícios físicos, Gabriela disse em seu perfil os motivos que a levaram a fazer uma cesárea.

“Meu médico disse que pela musculatura extremamente fortalecida tanto do abdômen quanto do útero seria bem difícil um parto normal. Do meu primeiro filho esperei 42 semanas com o objetivo de esperar o parto normal mas como a placenta estava envelhecida, o líquido amniótico estava bem pouco e zero de dilatação, não havia nem como induzir. Ele constatou a rigidez da musculatura quando fui submetida a primeira cesárea”, escreveu ela em seu perfil no Instagram.

Segundo ela, o parto de Betina demorou mais do que o esperado pelos médicos. “Entrei no centro cirúrgico às 21h e saí às 23h40h. Só ouvia dos médicos que não havia nada de gordura e que a musculatura estava muito fibrada. O tom deles era que realmente estavam impressionados.”

Gabriela afirmou que “graças a Deus, mais uma vez deu tudo certo”. “Parto foi bem tranquilo e Betina nasceu muito saudável.”

Gabriela publicou foto de sua barriga após o parto (Reprodução/Instagram/Gabriela Zugliani)
Gabriela publicou foto de sua barriga após o parto (Reprodução/Instagram/Gabriela Zugliani)

Na quinta, poucas horas antes de ir para a maternidade, Gabriela publicou fotos indo para a academia.

Ela disse ao Maternar que retomará sua rotina de exercícios duas semanas após o parto. “Volto uma semana depois com exercícios mais leves. Volto à ativa mesmo depois de duas semanas.”

Os obstetras divergem sobre a questão da atividade física na gestação. “Tema polêmico já que a atividade física pode variar de intensidade. […] De modo geral, gestantes saudáveis podem fazer atividades leves e moderadas”, diz o obstetra Alexandre Faisal Cury.

Segundo ele, a prática de esforço físico intenso se associa a algumas complicações, como baixo do peso ao nascer e parto prematuro”. “Atividades sem impacto são melhores e mais seguras que esportes radicais. Mas convenhamos que ninguém imagina uma gestante lutando boxe ou MMA.”

X