Respeite os limites do bebê nos ensaios de recém-nascido; veja dicas sobre segurança

Por FABIANA FUTEMA
Fotógrafos devem respeitar limites do bebê (Foto: Eillen Parker)
Fotógrafos devem respeitar limites do bebê (Foto: Eillen Parker)

Os chamados ensaios newborn, que mostram os bebês em seus primeiros dias de vida em poses bem flexíveis, já se popularizaram no Brasil. Já há até mães que realizam chás com cotas para a futura aquisição do álbum fotográfico do recém-nascido.

Só que os pais precisam estar atentos à formação e experiência do fotógrafo. É que esse tipo de ensaio requer conhecimento não só da técnica fotográfica como também da anatomia e fisiologia do bebê.Simone Silvério, presidente da ABFRN (Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos), diz que uma puxada errada de braço pode provocar lesões no bebê.

Da mesma forma, ela alerta que o profissional precisa conhecer os materiais que serão utilizados no ensaio para que as imagens sejam feitas com toda segurança.

“É muito comum colocar bebê dentro de balde nesse tipo de ensaio. Mas em que tipo de balde podemos colocá-lo? Pode ser um balde que se cair quebra? Posso colocar o bebê dentro do balde e o balde em cima da mesa? E se o balde tombar? Precisamos estar atento a tudo que coloca a segurança do bebê em risco”, diz ela.

E como os pais devem escolher o fotógrafo do álbum de seu recém-nascido. Primeiramente, pegue indicações de amigos e parentes. Pesquise o trabalho do profissional.

Mas se você não conhecer ninguém que tenha feito esse tipo de trabalho ? Uma saída é consultar o site da ABFRN, que traz uma lista de profissionais associados à entidade.

“Para fazer parte da ABFRN é preciso cumprir uma série de requisitos, como ter experiência mínima de 1 ano fotografando recém-nascidos”, afirma Simone.

Além disso, o associado assina um termo de conduta se comprometendo a seguir práticas determinadas pela entidade, como nunca deixar o bebê sozinho. “O bebê deverá estar SEMPRE ao alcance das mãos de um adulto responsável por cuidar dele”, diz a entidade.

A ABFRN também orienta seus fotógrafos a prestarem atenção a sinais de problemas na circulação sanguínea, como mãos e pés vermelhos ou arroxeados. “É necessário retirar o bebê da pose para a circulação voltar ao normal.”

Apesar de o bebê ser muito flexível nos primeiros dias, a associação determina que os profissionais respeitem os limites de cada criança. “Se você perceber que o bebê está resistindo a uma posição, ou se ele começar a chorar e resmungar sempre que colocado naquela pose, mude a posição e fotografe-o em outras poses. Isto é importante para garantir o conforto e evitar o risco de machucá-lo ao forçar determinada posição”, afirma a norma.

QUANDO FOTOGRAFAR O BEBÊ?

A ABFRN diz que o ideal para o álbum newborn é que o bebê seja fotografado entre o 5° e 14º dia de vida, quando os recém-nascidos “são mais maleáveis, apresentam sono profundo e as cólicas ainda não afetam o descanso”.

O bebê está sempre dormindo nesse tipo de ensaio. Para que ele fique tranquilo, não pode estar sentindo dor nem com fome. Recomenda-se que ele seja amamentado a cada duas horas para que não sinta fome e se irrite.

Como os bebês são fotografados sem roupa ou fazem troca de acessórios, é preciso prestar atenção na temperatura do ambiente. A recomendação é que a temperatura esteja entre 26°C e 30°C e a umidade relativa do ar, entre 50 e 60%.

X