Pai é barrado em espaço família de shopping no Rio

Por FABIANA FUTEMA
Espaço Família do BarraShopping (Reprodução)
Espaço Família do BarraShopping (Reprodução)

O professor de teatro Diego Braga foi barrado no espaço família do BarraShopping, no Rio. Pai dos gêmeos Danilo e Diana, de cinco meses, ele a mulher decidiram passear no shopping no último sábado (30).

Quando chegou a hora de amamentar as crianças, o casal entrou junto no espaço família do shopping. O problema é que a funcionária do local pediu que ele se retirasse, pois outra mãe usaria o espaço para amamentar.

Irritada, a mulher de Diego, a artista plástica Agatha Cristina, publicou uma reclamação contra o shopping no perfil do empreendimento no Facebook.

“O Barrashopping deveria colocar uma placa na porta de seu insuficiente fraldário dizendo: PAIS PARTICIPATIVOS NÃO SÃO BEM VINDOS! Na medida em que as funcionárias são orientadas quando entra outra mãe para amamentar a retirar imediatamente do recinto (não importa em que pé está a mamada de seus filhos) o pai que ali está ajudando, só posso pensar que estamos longe de achar natural a amamentação e a participação dos pais nos cuidados com os filhos”, escreveu Agatha.

Segundo ela, a outra mãe não se incomodou com a presença do marido no local. “Temos DUAS crianças, Diana estava chorando, Danilo ainda estava golfando, a abordagem foi constrangedora e imperativa, ao reclamarmos na saída a funcionária foi arrogante e citou sem pudor uma suposta lei dizendo que as mães também não podem amamentar onde quiserem (achei que fosse ao contrário) e devo estar desatualizada.”

Em nota, o shopping diz que lamenta o ocorrido e que deveria ter adotado uma postura mais flexível na situação desta família. “Sendo assim, vai reorientar seus funcionários para que situações como esta não voltem a ocorrer.”

Segundo o shopping, existem dois espaços famílias no empreendimento, um de amamentação coletiva e destinado exclusivamente para mães e bebês. E outro, que pode ser utilizado por pais, mães e acompanhantes.

Agatha afirma que o casal não foi orientado em nenhum momento a seguir para outro espaço do shopping. “Não tivemos notícia sobre o espaço família que aceita acompanhante e não tomamos conhecimento dobre a diferença entre os dois”, afirma ela.

Segundo ela, o casal está atordoado com toda essa situação. “As últimas 24 horas foram pesadas.”

X