Hotel oferece quarto inspirado no Pequeno Príncipe para crianças; veja fotos

Por FABIANA FUTEMA
Das paredes aos móveis, tudo lembra o Pequeno Príncipe (Ana Paula Lopes/Divulgação)
Das paredes aos móveis, tudo lembra o Pequeno Príncipe (Ana Paula Lopes/Divulgação)

Fãs do clássico “O Pequeno Príncipe”, do escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, agora podem realizar o sonho de se hospedar em um quarto inspirado no personagem. Até dezembro, o quarto temático poderá ser reservado no Softel Guarujá Jequitimar, no litoral sul de São Paulo.

O quarto do Pequeno Príncipe possui duas camas em forma de avião. Nelas, as crianças poderão fingir que são o piloto da história e voar para terras distantes.

No guarda-roupa há fantasias de vários tamanhos. O objetivo é estimular pais e filhos a brincarem juntos de Pequeno Príncipe.

“Queremos realizar um mix entre gerações. Pais e filhos tiveram, em algum momento, contato com essa fabulosa história”, destaca Roberta Vernaglia, vice-presidente de Marketing da AccorHotels na América do Sul.

As paredes e teto do quarto são pintados com cenas que remetem ao clássico francês.

Na hora de dormir, os pais ficam no quarto conjugado ao do Pequeno Príncipe, que também possui decoração especial _como um biombo e uma cama-auxiliar inspirados no livro.

Os hóspedes desse quarto recebem pequenos mimos, como squeezes personalizados. Outro agrado: os visitantes são recebidos no check-in pelo Pequeno Príncipe (um ator fantasiado).

O cardápio infantil também é inspirado na obra do escritor francês.

Tanta atenção tem um preço: a diária custa a partir de R$ 1.017 e dá direito a café da manhã, almoço e duas horas de monitoria exclusiva.

O Sofitel Jequitimar possui uma equipe de recreação muito animada. Eles elaboram brincadeiras e gincanas com crianças, que podem ficar sozinhas com os monitores a partir de 4 anos.

X

EXPOSIÇÃO

Quem não puder ir para o Guarujá pode aproveitar a exposição do Pequeno Príncipe, que fica em cartaz até o fim do mês no Mosteiro São Bento, no centro de São Paulo.

Na exposição poderão ser conferidas raridades, como a primeira edição francesa. Também possui edições em outras línguas, como inglês, espanhol, japonês e mandarim.

Programação também prevê contação de histórias, oficinas e palestras.

O horário de visitação é das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira, e das 9h às 12h, aos sábados.

Há duas modalidades de ingresso: gratuito e entrada mais livro (R$ 55).

*A jornalista viajou a convite da AccorHotels