Bela critica médicos que avisam na última hora sobre cesárea e conta como fez para amamentar

Por FABIANA FUTEMA
Bela teve Nino em casa, acompanhada do marido, filha, parteira e doula (Reprodução/Instagram)
Bela teve Nino em casa, acompanhada do marido, filha, parteira e doula (Reprodução/Instagram)

A apresentadora e chef de cozinha Bela Gil criticou os obstetras que deixam para avisar na última hora suas pacientes grávidas que pretendem fazer uma cesárea. Ela estreou o canal Bela Maternidade em seu canal no YouTube, no qual fala sobre parto, amamentação e introdução alimentar.

“Se você não quer que sua paciente tenha um parto normal, que fale logo de primeira, como muitos fazem”, disse ela ao Maternar por telefone.

A apresentadora conta que já ouviu vários relatos de pacientes que disseram aos médicos que queriam um parto normal e escutaram: ‘claro, se tudo correr bem você vai ter um parto normal’.

“Essa frase já é totalmente errada. Eles deveriam dizer: ‘se houver alguma complicação, vamos fazer uma cesárea”, afirma Bela.  “Muitas mulheres começam a gravidez com o desejo de ter um parto normal, mas chegam à 38, 39ª semana e são induzidas, com empecilhos, a pensar que a cesariana é a salvação para elas. Isso é muito errado.”

No vídeo publicado na semana passada, Bela contou como foi o parto normal hospitalar da primeira filha, a Flor, de 7 anos, com intervenções desnecessárias. Na gravação, ela afirma que é muito difícil ter um parto normal sem intervenções dentro de um ambiente hospitalar.

Questionada se os médicos não ficariam bravos com sua afirmação, ela diz que esse debate é válido. “Como disse no vídeo, não são todos os médicos, não são todos os hospitais. Acho que essa é uma questão para se pensar sim.”

Nesta quarta, ela publicou o vídeo do parto do segundo filho, Nino, nascido em maio em um parto humanizado. Acompanhada do marido e da filha, o parto de Bela teve a assistência de uma parteira e uma doula.

Ela conta que foi muito tranquilo. “Comecei a sentir contrações às 5h e às 10h ele nasceu. Foi intenso e muito bom.”

AMAMENTAÇÃO

Como muitas mulheres, Bela também teve dificuldade para amamentar Nino. Quando ele estava com 5 dias de vida, seu peito encheu muito e os mamilos racharam.

“Comecei a tirar com bombinha e a colocar na mamadeira para dar ao Nino por dois dias. E eu coloquei o peito no sol. Depois desses dois dias consegui amamentar sorrindo e feliz e estou assim até hoje”, diz. “Tiveram esses dois dias na mamadeira, que foi ótimo pra mim.”

X
” caption=”” image=””][/galeria]