Peça infantil leva discussão sobre corrupção para a plateia; veja outras dicas

Por FABIANA FUTEMA
O flautista leva embora as crianças da cidade (Divulgação)
O flautista leva embora as crianças da cidade (Divulgação)

Quem imaginaria que é possível discutir política em uma peça infantil? Pois na releitura de ‘O Flautista de Hamelin’, encenada pelo grupo Furufunfum, a plateia chega a participar de um embate sobre má administração e desvio de dinheiro público.

A peça conta a história de um suposto episódio _ou lenda_ que teria acontecido em Hamelin em 1284. A cidade estava infestada por ratos e a prefeitura não estava preparada para lidar com o problema.

Com o agravamento da infestação, a população, interpretada pela plateia, passa a pedir a cabeça do prefeito. Numa versão mais light dos protestos atuais, o público grita: “fora, prefeito!”. E vaia o administrador.

O prefeito cogita fugir levando o dinheiro da cidade, mas aparece um flautista que promete resolver seus problemas. Em troca,  ele pede uma quantia significativa de dinheiro.

O flautista, com sua música, leva os ratos para o rio e salva Hamelin. Mas o prefeito, provando que não é uma pessoa de confiança, não cumpre com sua palavra. Indignado, o flautista resolve se vingar de Hamelin. Será impossível segurar as crianças de Hamelin nas cadeiras!

Onde: Sala B do Teatro Alfa: Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro; Quando: sábados e domingos, às 17h30, até 25 de setembro. Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$15 (meia)

Veja abaixo outras dicas de peças infantis

Cinderela Lá Lá Lá

Cinderela mora sozinha com o pai, que vive viajando. Sua única diversão é desenhar vestidos e costurar. Ela sonha em ser estilista. Até que um dia seu pai volta casado de uma das viagens. A menina fica feliz com a notícia, pois pensa que terá uma mãe e duas irmãs. Mas a madrasta lhe tira o quarto e as irmãs a fazem de empregada. Quando chega o dia do grande baile, as malvadas fazem de tudo para impedir Cinderela de ir à festa. Mas uma fada madrinha muito engraçada ajudará Cinderela a ir ao baile e conhecer seu príncipe.
Onde: Sesc Belenzinho (Rua Padre Adelino, 1000); Quando: sábado e domingo, às 12h, até 11/09; ingressos: de R$ 6 (comerciário) a R$ 20 (inteira)

X

O Caminho da Roça
No enredo, duas comadres, uma avó com sua neta, uma viola encantada, o Saci-Pererê e a Mula sem Cabeça levam o público a uma aventura no misterioso Caminho da Roça. As comadres recebem uma grande missão que envolve essas criaturas fantásticas e antigas histórias, que se não forem passadas para frente, poderão acabar perdidas para sempre.
Onde: Sesc Pinheiros (Rua Paes Leme, 195); Quando: domingos e feriados, às 15h e às 17h, até 12 de outubro; ingressos: de R$ 5 a R$ 17.

Cena de "O Caminho da Roça" (Foto: Roberto Oya)
Cena de “O Caminho da Roça” (Foto: Roberto Oya)

Canção dos Direitos da Criança
Com músicas de Toquinho e Elifas Andreato, a peçtem texto e direção deCarla Candiotto. No reino da Rainha Má, as crianças são chamadas de “Coisinha” e estão às voltas com planos mirabolantes para convencer a todos de que precisam de mais comida. Nessa aventura, precisam vencer o fiel escudeiro da Rainha, o Primeiro Ministro, que quer dominar o mundo e ser o mais lindão do Reino.
Onde: Teatro Shopping Frei Caneca (Rua Frei Caneca, 596 – 7° andar); Quando: sábados, às 16h, e domingos, às 15h, até 30 de outubro; ingressos:  R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia)

Canção dos Direitos da Criança (Divulgação)
Canção dos Direitos da Criança (Divulgação)

Meu Amigo Inventor
Caterina, uma garotinha que vive sozinha e sem amigos, passa o dia inventando trecos e cacarecos. Um dia testa uma de suas maiores invenções e o improvável acontece. Leonardo Da Vinci, num inexplicável acontecimento quântico, é transportado para o futuro bem quando inventava e testava sua máquina de andar. Juntos, Leonardo e Caterina descobrem a importância da criação, da brincadeira, da persistência, do respeito e da amizade.
Onde: Sala B do Teatro Alfa (Rua Bento Branco de Andrade Filho, 722 – Santo Amaro); Quando: sábados e domingos, às 16, até 2 de outubro Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$15)

"Meu Amigo Inventor" (Divulgação)