Estamos carentes de autoridade legítima, diz Supernanny sobre pais

Por FABIANA FUTEMA
Cris Poli no The Noite (Foto: Leonardo Nones)
Cris Poli no The Noite (Foto: Leonardo Nones)

A educadora Cris Poli, mais conhecida como Supernanny _nome do programa que comandou no SBT_diz que hoje falta aos pais autoridade legítima na hora de se relacionar com os filhos.

“Estamos carentes de autoridade legítima, com firmeza, convicção e postura de autoridade. Alguém que não precise gritar para a criança reconhecer”, disse ela durante o programa The Noite, apresentado por Danilo Gentili.

Ela condenou a adoção de violência para educar os filhos. “Eu não acho que seja o melhor método. Visitei 150 famílias e mostrei que é possível mudar o comportamento sem violência”, afirmou ela sobre bater para educar.

O cantinho do pensamento, técnica que Poli pregava em seu programa, foi criticado depois por outros educadores. Para a psicopedagoga Elizabeth Monteiro, o pensamento não deve ser associado com castigo.

Sobre os nove anos que comandou o Supernanny, Poli contou que só teve dois casos de família em que não conseguiu chegar ao final. “Mas porque os pais não concordaram com as regras e não porque eu desisti. Aí chorei eu e a produção inteira. A mãe me acusou de estar fazendo uma lavagem cerebral nas crianças.”

No programa, Poli falou também da relação com os netos. “Eu faço um esforço para não ser muito babona com meus netos. Tenho que praticar aquilo que eu ensino.que se popularizou.”

A educadora disse que hoje as crianças passam tempo demais em contato com as telas. “Tenho três filhos, que também foram pequenos e assistiam TV, mas hoje a influência da televisão é muito forte e as crianças passam muito tempo em frente à TV, com a internet, celular.”

A entrevista com Poli para o The Noite vai ao ar nesta segunda-feira, a partir  meia-noite.