Santos terá sistema de compartilhamento de bikes para crianças

Por FABIANA FUTEMA
Bikes do sistema de compartilhamento (Reprodução)
Bikes do sistema de compartilhamento (Reprodução)

A cidade de Santos, no litoral sul de São Paulo, terá o primeiro sistema de compartilhamento de bicicletas para crianças da América Latina. Os equipamentos com rodinhas retráteis poderão ser usados por crianças de 3 a 10 anos.

As bicicletas poderão ser requisitadas por aplicativo pelos responsáveis pela criança. Elas estarão espalhadas a partir de domingo (30) em cinco pontos da cidade: quatro na orla e um no Jardim Botânico.

O empréstimo das bicicletas é gratuito durante 60 minutos. Após esse período, será cobrado o valor de R$ 5 por hora adicional. Para pegar a bike gratuitamente mais uma vez, basta esperar 15 minutos após devolver a bicicleta.

O programa Danoninho Bike Kids, em conjunto com a Prefeitura de Santos, oferecerá 50 bicicletas infantis para compartilhamento.

Segundo a Danoninho, aprender a andar de bicicleta é uma passagem simbólica e marcante para as crianças, que reforça a relação de confiança entre pais e filhos.

“Quando as crianças sentem que seus pais acreditam nelas, passam a se sentir mais seguras para explorar o mundo e assim amadurecem de forma mais sadia”, diz Leo Fraiman, membro do Conselho Global de Danoninho sobre Autonomia.

Os pediatras brasileiros passarão a recomendar aos pais a adoção de uma série de práticas adequadas para o bom desenvolvimento da criança. Entre elas está a redução do tempo de exposição às telas _TV, celular, tablet, videogame_  e a prática regular de exercícios físicos.

“O pai precisa estimular que ela brinque e faça atividade física diária de pelo menos uma hora. Porque esse tempo de tela também contribui para a obesidade, que está crescendo como uma epidemia”, afirma Luciana Rodrigues, presidente da SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria).